domingo, 30 de março de 2014

GARANHUNS PERDE A BANCA AVENIDA


Durante muitos anos a Banca Avenida funcionou na Avenida Santo Antônio, no coração de Garanhuns. Paulo Roberto, o proprietário, às vezes era meio enjoado, mas tocava o seu negócio com gosto e fez do estabelecimento, durante um tempo, um verdadeiro ponto de cultura da cidade. Vendia jornais, revistas e muitos livros, quando ainda não tínhamos a Livraria Café da Rui Barbosa.

Um belo dia Paulo cansou e resolveu mudar. Parece que foi morar em Maceió. Quem assumiu a banca foi Júlio com a ajuda de sua esposa Marli. No começo as coisas andaram bem e a Banca Avenida continuou um lugar legal para comprar revistas e jornais, além de promover encontros com amigos, pessoas que gostam de ler.

Há poucos dias Júlio se transferiu para Caruaru e a Banca Avenida ficou assim, como está na foto. Fechada, sinalizando para esses novos tempos de internet, onde a venda dos impressos cai a cada dia. Está estranha a Santo Antônio assim, sem o antigo estabelecimento. Ao lado a banca de Dona Maria continua funcionando e a comerciante está firme, há 44 anos vivendo deste ramo de vender revistas, gibis e jornais.

Mas a Avenida, com Paulo e depois Júlio, marcou a vida de muita gente na cidade e região.

Fonte: http://robertoalmeidacsc.blogspot.com.br/