sábado, 28 de fevereiro de 2015

Nova regra do seguro-desemprego vale a partir de hoje 28/02 a demitidos

      

A nova regra do seguro-desemprego começa a valer para quem for demitido a partir deste sábado (28), segundo informou o Ministério do Trabalho. Portanto, as mudanças valerão para esses trabalhadores que darão entrada no pedido a partir desta segunda-feira (1º).
"A vigência da Medida Provisória [que estabelece as novas regras] começará 60 dias a partir da data da publicação. Sendo assim, as novas regras incidirão nos trabalhadores demitidos a partir do dia 28 de fevereiro de 2015", diz o Ministério do Trabalho.
Com as mudanças, o trabalhador que solicitar o benefício pela primeira vez deverá ter trabalhado por 18 meses nos 24 meses anteriores.
De acordo com as novas regras, na segunda solicitação do benefício, ele terá de ter trabalhado por 12 meses nos 16 meses anteriores e, a partir da terceira solicitação, terá de ter trabalhado, pelo menos, por seis meses ininterruptos nos 16 meses anteriores.
De acordo com o Ministério da Fazenda, na primeira solicitação, o trabalhador poderá receber quatro parcelas se tiver trabalhado entre 18 e 23 meses nos 36 meses anteriores. Poderá receber cinco parcelas se tiver trabalhado a partir de 24 meses nos 36 meses anteriores. Já na segunda solicitação, ele poderá receber quatro pardelas se tiver trabalhado entre 12 e 24 meses nos 36 meses anteriores.
A partir da terceira solicitação do seguro-desemprego, vale a regra anterior, que prevê o recebimento de três parcelas para quem trabalhou entre 6 e 11 meses nos 36 meses anteriores. Para receber quatro parcelas do seguro-desemprego, ele terá de ter trabalhado entre 12 e 23 meses nos 36 meses anteriores e, para receber cinco parcelas, terá de ter trabalhado por, pelo menos, 24 meses nos 36 meses anteriores.
Outras mudanças
Também começa a valer em março um novo cálculo que reduzirá o valor da pensão por morte (do patamar de 100% do salário de benefício para 50% mais 10% por dependente até o limite de 100% e com o fim da reversão da cota individual de 10%).
Outra mudança é a vitaliciedade do benefício. Cônjuges “jovens” não receberão mais pensão pelo resto da vida. Pelas novas regras, o valor será vitalício para pessoas com até 35 anos de expectativa de vida – atualmente quem tem 44 anos ou mais. A partir desse limite, a duração do benefício dependerá da expectativa de sobrevida.
Desse modo, o beneficiário que tiver entre 39 e 43 anos receberá pensão por 15 anos. Quem tiver idade entre 33 e 38 anos obterá o valor por 12 anos. O cônjuge com 28 a 32 anos terá pensão por nove anos. Quem tiver entre 22 e 27 anos receberá por seis anos. E o cônjuge com 21 anos ou menos receberá pensão por apenas três anos.
Já entrou em vigor no dia 14 de fevereiro uma das novas regras anunciadas pelo governo para a pensão por morte. Com a mudança, só tem direito ao benefício quem conta com pelo menos dois anos de casamento ou união estável. A legislação anterior não estabelecia um prazo mínimo para a união.
As mudanças na pensão por morte fazem parte de um pacote de medidas provisórias anunciadas pelo governo no final do ano passado para tornar mais rigoroso o acesso da população a uma série de benefícios previdenciários. As mudanças não afetam quem já recebe o benefício.
Já no dia 30 de dezembro, entrou em vigor a alteração que estabelece que deixa de ter à pensão o dependente condenado pela prática de crime que tenha resultado na morte do segurado.

Fonte: http://www.correiodoestado.com.br/brasilmundo/nova-regra-do-seguro-desemprego-vale-a-partir-de-amanha-a/240579/

Cartilha apresenta novas regras do seguro-desemprego e do abono salarial

    


Uma cartilha com informações sobre as novas regras do seguro-desemprego e do abono salarial foi lançada nesta sexta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho. A partir de agora, o trabalhador terá que comprovar vínculo com o empregador pelo menos por 18 meses nos 24 meses anteriores à primeira vez em que requerer o seguro-desemprego. Na segunda solicitação do benefício, ele terá de ter trabalhado por 12 meses nos 16 meses anteriores. A partir do terceiro pedido, a carência voltará a ser de seis meses.

As alterações no seguro-desemprego foram anunciadas em dezembro do ano passado e começam a valer para quem for demitido a partir de amanhã (28). Segundo o ministério, o manual tem o intuito de esclarecer de maneira didática e prática as eventuais dúvidas dos trabalhadores e empregadores, por meio de perguntas e respostas

“Quem sofreu desemprego antes de 28 de fevereiro de 2015, será regido pela legislação anterior, segundo a qual é necessário ter recebido salário relativo a cada um dos seis meses anteriores à data da dispensa, tendo direito, nesse caso, ao benefício”, informa a cartilha.

O manual também informa que a comprovação do recebimento dos salários de forma ininterrupta não será necessária para a primeira e a segunda solicitações. “Essa exigência somente é necessária para a terceira solicitação e para as posteriores, nas quais é necessário comprovar os seis salários recebidos em cada um dos últimos seis meses anteriores à data da dispensa.”

Por isso, o trabalhador poderá usar outros vínculos empregatícios que estejam dentro do período dos últimos 36 meses, contados da data da dispensa atual, como referência para aumentar o número de parcelas.

A cartilha também traz informações sobre as mudanças na concessão do abono salarial. Segundo a publicação, “para o calendário que se inicia este ano, como o ano-base é 2014, as regras que valerão serão as que estavam em vigor anteriormente”. As novas regras “serão exigidas para o calendário de pagamento que tem início em julho de 2016 e que tem como ano-base o ano de 2015”.

Antes, quem trabalhava somente um mês e recebia até dois salários mínimos tinha acesso ao abono salarial. Agora, o prazo será de no mínimo seis meses ininterruptos. Outra mudança será o pagamento proporcional ao tempo trabalhado, do mesmo modo que ocorre atualmente com o décimo terceiro salário, já que, pela regra atual, o benefício era pago igualmente para os trabalhadores, independentemente do tempo trabalhado.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/economia/2015/02/27/internas_economia,563426/cartilha-apresenta-novas-regras-do-seguro-desemprego-e-do-abono-salarial.shtml

Aneel aprova aumento de até 39% para contas de luz. Em Pernambuco, alta será de 2,2%



Além do aumento extraordinário, os consumidores também terão reajuste na bandeira tarifária. Foto: Junot Lacet/DB/D.A Press
Além do aumento extraordinário, os consumidores também terão reajuste na bandeira tarifária. Foto: Junot Lacet/DB/D.A Press
A conta de luz dos pernambucanos vai subir a partir da próxima segunda-feira (2). A revisão tarifária extraordinária para 58 distribuidoras foi aprovada nesta sexta-feira (27) pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A previsão é de um aumento médio de 23,4%. O reajuste aprovado para a Celpe foi de 2,2%, o menor do país. 

Os maiores aumentos serão para as distribuidoras AES Sul (39,5%), Bragantina (38,5%), Uhenpal (36,8%) e Copel (36,4%). Além da Celpe, a Cosern terá um aumento pequeno (2,8%). A distribuidora CEA, do Amapá, não solicitou a revisão tarifária. Já as empresas Amazonas Energia (AM), Boa Vista Energia e CERR (RR) não terão revisão tarifária porque não participam do rateio da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e não estão no Sistema Interligado Nacional. A Ampla (RJ) também não passou pela revisão, porque seu processo tarifário ocorre em 15 de março, quando todos os efeitos serão considerados.

Os impactos da revisão serão diferentes conforme a região da distribuidora. Para as concessionárias das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste o impacto médio será de 28,7% e para as distribuidoras que atuam nas regiões Norte e Nordeste, de 5,5%. A diferença ocorre principalmente por causa do orçamento da CDE e da compra de energia proveniente de Itaipu.

Segundo a Aneel, a revisão leva em consideração diversos fatores, como o orçamento da CDE deste ano, o aumento dos custos com a compra de energia da Usina de Itaipu - por causa da falta de chuvas -, o resultado do último leilão de ajuste - que aumentou a exposição das distribuidoras ao mercado livre - e o ingresso de novas cotas de energia hidrelétrica.

A revisão extraordinária está prevista nos contratos de concessão das distribuidoras, e permite que a Aneel revise as tarifas para manter o equilíbrio econômico e financeiro do contrato, quando forem registradas alterações significativas nos custos da distribuidora, como, por exemplo, modificações de tarifas de compra de energia, encargos setoriais e de uso das redes elétricas. Na tarde desta sexta, a Aneel também aprovou o orçamento da CDE para este ano, que prevê repasse de R$ 22 bilhões para a conta dos consumidores de energia.

Entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015, várias empresas solicitaram a revisão extraordinária, por causa da falta de chuvas e a maior necessidade de compra de energia de termelétricas, que é mais cara.

Bandeiras

Também começa a valer na semana que vem os novos valores para as bandeiras tarifárias, que permite a cobrança de um valor extra na conta de luz, de acordo com o custo de geração de energia. O preço para a bandeira amarela passará de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos para R$ 2,50. No caso da bandeira vermelha, o adicional passará de R$ 3 para R$ 5,50. A bandeira vermelha é justamente a que está em vigor no país. Não há cobrança no caso da bandeira verde. Consumidores do Amazonas, Amapá e de Roraima também não pagam a taxa, pois esses estados não estão plenamente conectados ao Sistema Interligado Nacional. 

Reajustes

Além da revisão extraordinária, as distribuidoras também passarão neste ano pelos reajustes anuais, que variam de acordo com a data de aniversário da concessão. A da Celpe acontece em abril.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/economia/2015/02/27/internas_economia,563398/aneel-aprova-aumento-de-ate-39-para-contas-de-luz-em-pernambuco-alta-sera-de-2-2.shtml

Izaías vai Doar Terreno do Município para Criação de novo Polo Universitário



Garanhuns vai contar com um Polo Universitário do Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (ITPAC). A confirmação foi feita pelo Prefeito Izaías Régis (PTB) durante entrevista veiculada no programa Falando com o Agreste, da Marano FM.

De acordo com Régis, a Prefeitura vai doar um terreno de 6 hectares ao ITPAC para que o novo Complexo Universitário seja construído. Ainda de acordo com o Prefeito, diretores do Instituto Tocantinense, que administra a FAMEG, estarão aqui em Garanhuns na próxima semana para concretizar a doação e divulgar detalhes do Projeto.

Recentemente, o Ministério de Educação homologou parecer credenciando o ITPAC a instalar três cursos de nível superior em Garanhuns: Enfermagem, Nutrição e Educação Física, todos particulares e em nível de bacharelado. A autorização foi publicada no Diário Oficial da União do último dia 12. Cada curso irá oferecer 100 vagas e a expectativa é que o vestibular possa serrealizado ainda neste ano.

ARMANDO MONTEIRO EM GARANHUNS – Ainda durante a entrevista concedida ao radialista Marcelo Jorge, âncora do Falando com o Agreste, o Prefeito Garanhuense anunciou que brevemente Garanhuns receberá a visita do Ministro Armando Monteiro. A Agenda ainda não tem uma data definida, todavia espera-se que Monteiro visite a Cidade no próximo mês de março. Essa será a primeira oportunidade que Armando virá a Garanhuns depois de ter assumido o Ministério doDesenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. 

Governador visita Garanhuns e quer ouvir Lideranças e membros da Sociedade



A primeira edição do programa Todos por Pernambuco da gestão Paulo Câmara (PSB) tem data para começar. O socialista iniciará a versão 2015 do projeto no próximo dia 13 de março, uma sexta-feira, em Araripina. No dia 14, a comitiva estadual estará em Petrolina e no dia 15 passará por Salgueiro.

O Todos por Pernambuco vai até abril e ocorrerá sempre quinta, sexta e sábado, mas nessa primeira viagem haverá uma exceção. “Dia 12 de março (quinta) é o aniversário de Recife e Olinda e o governador pediu para nesse primeiro fim de semana do programa a gente fazer a programação na sexta, sábado e domingo”, informou o secretário de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral.

No terceiro fim de semana de março, o Todos por Pernambuco passará por Floresta (dia 19), Afogados da Ingazeira (dia 20) e Arcoverde (dia 21). Em abril, será a vez de Surubim (dia 9), Garanhuns (dia 10), Caruaru (dia 11), Timbaúba (dia 23), Palmares, dia 24) e Recife (dia 29). O projeto foi lançado em 2007 por Eduardo Campos e reeditado pelo ex-governador em 2011 na sua segunda gestão.

Por meio do Todos por Pernambuco, Paulo conversará com lideranças políticas e integrantes da sociedade civil de cada uma das 12 microrregiões do Estado, reunindo propostas que possam ser transformadas em ações de governo.

Cratera gigante ameaça engolir trecho da BR-424, próximo à UFRPE em Garanhuns


Caminhões passam a poucos centímetros do enorme buraco

Uma cratera enorme ameaça engolir parte da BR-424, no trecho que fica nas proximidades do Cemitério São Miguel, em Garanhuns. A denúncia foi de motoristas e pedestres ao portal de notícias policiais Agreste Violento que esteve no local fazendo algumas imagens. 

De acordo com o colhido pela reportagem do Agreste Violento, o enorme buraco tem aproximadamente 20 metros de profundidade e encontra-se  a centímetros da referida BR, o que acarreta um perigo eminente às pessoas que transitam por ali. A área está sinalizada apenas por dois pedaços de madeira e por uma rede plástica entrelaçada.

O fluxo de veículos tipo ônibus é constante nas imediações do buraco devido sua proximidade com a entrada da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Garanhuns. À noite o risco de acidentes aumenta por conta da diminuição da visibilidade. Ainda segundo o Agreste Violento,  a causa da abertura da cratera pode ter sido uma tubulação esgoto que estourou provocando o problema

Espera-se que os responsáveis pela manutenção da rodovia tomem uma providência antes que o pior aconteça.

Fonte e fotos - Agreste Violento

http://agresteviolento.com.br/

VEJA MAIS FOTOS

Fluxo de veículos no local é acentuado

Buraco tem cerca de 20 metros de largura

Esgoto estourado pode ter agravado problema.
À esquerda, sinalização grosseira aumenta perigo de acidente

Distribuidora da Schincariol em Garanhuns demite 50 funcionários e não paga direitos trabalhistas



Cerca de 50 funcionários da MR Distribuidora de Bebidas e Alimentos, responsável pela distribuição da cerveja Schincariol em Garanhuns e mais 40 cidades, foram demitidos no último dia 02 de fevereiro.  O que já era ruim, ficaria ainda pior. A MR Distribuidora, que pertence ao deputado federal Marinaldo Rosendo, tinha até o dia 13 do mesmo mês para pagar os direitos de todos os demitidos, além do FGTS, mas  alegou que não tinha como efetuar a operação deixando todos indignados e preocupados com seu futuro financeiro.

Como o diálogo não funcionou, os 50 funcionários demitidos procuraram o Sindicato dos Empregados no  Comércio de Garanhuns para tentar uma solução. O Sindec então propôs que a MR realizasse, ao menos, um adiantamento de 50% do valor das rescisões, mas a empresa através de seus representantes não aceitou.

 O sindicato promoveu uma nova reunião com a Gerência Regional do Ministério do Trabalho em Garanhuns no sentido de mediar a situação. Novamente foi proposto à empresa uma proposta semelhante à primeira, mas sem sucesso. Diante da intransigência da MR, os trabalhadores, bastante revoltados, estão promovendo ações na Justiça no sentido de receber todos os seus direitos.

"Fomos todos para a frente do depósito da MR que fica ali próximo à Metroplaza, mas o gerente não nos recebeu para dialogar. A segurança foi reforçada. Se tem algum bandido nessa história não é a gente", disse um dos demitidos ao V&C Garanhuns.


A cidade de Garanhuns vive dias difíceis quanto ao nível de emprego. Se por um lado há previsão de instalação de novos investimentos privados a médio prazo, que prometem gerar uma quantidade significativa de novos postos de trabalho, do outro, algumas empresas da cidade estão enfrentando sérias dificuldades financeiras, sendo obrigadas a promover dezenas de demissões todos os meses, como estas ocorrida na Schincariol no início de fevereiro.  O resultado é preocupante, pois o número de demissões estão superando o número de contratações em Garanhuns e, nessa curva negativa, o principal prejudicado é o trabalhador que perde o emprego gerando um problema econômico e social para si e para o próprio município. Social, porque uma demissão provoca enorme sofrimento psicológico ao cidadão e sua família. Econômico, porque, sem dinheiro, o consumo diminui, o comércio fica estagnado e novas demissões acontecem. A crise está a espreita e as dificuldades virão em ano de amargo arrocho fiscal, mas essa condição não pode servir jamais como álibi para que empresas firam direitos trabalhistas e deem calote.

Fonte: http://www.vecgaranhuns.com/

Tigre de Garanhuns é punido e vai ficar dois anos sem poder disputar torneio nacional de Futsal



Pernambuco não terá representante na divisão especial da Taça Brasil de Futsal Adulto Masculino deste ano e a equipe que iria representar o Estado, a Associação Desportiva Tigre de Garanhhuns, vai ficar impedida de participar de torneios nacionais por dois anos. As punições foram estabelecidas porque o time do Agreste, atual campeão pernambucano, não comunicou a sua desistência a tempo para a Confederação Brasileira de Futsal. O prazo era até o dia 4 de fevereiro e o Tigre só avisou que não teria condições de participar no último dia 19, alegando não ter condições financeiras de custear as despesas da taça que vai ser realizada entre 22 e 28 de março deste ano na cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina.

“Desde janeiro vínhamos acompanhando esse processo e alertando o Tigre sobre os prazos, mas ele não conseguiu arranjar patrocínio público e privado. Mas era para o clube ter desistido e repassado a vaga a tempo para que nem ele e nem a federação fossem punidos. Ficamos chateados pela forma como aconteceu”, disse o superintendente da Federação Pernambucana de Futsal, Luiz Claudio de Carvalho.

o Tigre foi cinco vezes campeão estadual (2009, 2010, 2011 e 2012, 2014), e campeão da Liga Nordeste de Futsal (2013) e vice-campeão da primeira divisão da Taça Brasil no ano passado, o que garantiu a vaga na divisão especial deste ano. No entanto, como o clube não vai participar do torneio, Pernambuco foi rebaixado e terá de disputar novamente a primeira divisão em 2016.

Do NE 10

Mercado de trabalho de Garanhuns demitiu 424 trabalhadores com carteira assinada em janeiro



A Geração de empregos em Garanhuns iniciou o ano de 2015 demitindo mais do que contratando trabalhadores segundo dados do Caged divulgados nesta sexta-feira (27/02). No mês de janeiro, as demissões superaram as contratações em 82 postos de trabalho.  Foram contratados 342 pessoas com carteira assinada mas, em compensação, a demissão foi maior. 424 trabalhadores foram colocados na rua de 01 a 31 de janeiro em Garanhuns. Dezembro de 2014 já havia sido ruim, registrando uma diminuição de 76 empregos em um mês onde tradicionalmente se contrata muito por conta da demanda das compras de Natal. A nível nacional, janeiro não teve situação muito diferente de Garanhuns. As demissões superaram as admissões em 81.774 vagas e o país obteve o pior resultado para meses de janeiro desde 2009.

Para acessar os dados do Caged para janeiro de 2015 clique AQUI

Fonte: http://www.vecgaranhuns.com/

PRF apreende, whisky, vodca e energéticos sem nota em Garanhuns



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na madrugada desta sexta-feira (27), 278 garrafas de bebidas destiladas alcoólicas e energéticos, na BR 423, em Garanhuns, no Agreste. A carga de bebidas, whisky, vodca e energéticos, estavam sendo transportadas sem Nota Fiscal. Segundo o motorista, as bebidas seriam levadas para o município de São Vicente Ferrer onde seriam distribuídas em bares durante uma festa na cidade. A ocorrência foi encaminhada à Secretaria da Fazenda de Pernambuco na cidade de Garanhuns, onde o motorista deverá responder por sonegação fiscal.

Fonte: http://www.vecgaranhuns.com/

Câmara de Garanhuns deve ter 15 vereadores em 2017




Conversando com alguns vereadores e pessoas que acompanham o dia-a-dia da Casa Raimundo de Morais, acreditamos que é grande a possibilidade de atual legislatura aprovar o aumento de representantes para a próxima eleição, em 2016.

Atualmente Garanhuns conta com 13 vereadores, tendo uma população em torno de 130 mil habitantes e pouco mais de 90 mil eleitores. Pela legislação eleitoral, a Cidade das Flores poderia chegar até 19 cadeiras na Câmara Municipal, mas muita gente acredita que seriam demais. Contudo, 13 vereadores são poucos para representar uma sociedade plural, com tantas demandas, com é Garanhuns e sua gente.

Assim, deve ser aprovado sem maiores problemas o aumento de vereadores para a próxima legislatura. Garanhuns deve ter 15 vereadores.

É bom lembrar que o aumento do número de vereadores não acarreta aumento de despesas, já que o Poder Legislativo recebe um repasse percentual do município, independente do número de representantes, é o que se chama de Duodécimo. A Casa Legislativa é que precisa se adequar ao recurso constitucional que recebe. Assim, se gasta mais com salários, diminui investimentos em outras áreas do legislativo, mas também não seria em ações objetivas para a população, já que este tipo de obrigação é exclusiva do Poder Executivo.

Com mais vagas na Câmara, temos mais possibilidades de maior representação, já nas eleições, pois diminui o custo da campanha eleitoral por vaga disponível, podendo motivar representantes de diversos segmentos sociais a participarem do pleito. E também, claro, facilita a reeleição de quem já está na Casa Legislativa.

Acho que Garanhuns poderia ter 17 vereadores, mas 15 está de bom tamanho, e 13, como está atualmente, cria uma subrepresentatividade realmente. Imaginem então os somente 11, da legislação anterior!

Fonte: http://blogdoronaldocesar.blogspot.com.br/search?updated-max=2015-02-26T10:30:00-03:00&max-results=13

Gestantes militares podem ter 180 dias de Licença-Maternidade. Enquanto isso, Garanhuns nada!



Os senadores aprovaram nessa quinta-feira (26), em votação no plenário da Casa, o projeto de lei que concede licença-maternidade de seis meses à gestante militar no âmbito das Forças Armadas. O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), foi o relator da matéria na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), que segue agora para sanção da presidenta Dilma Rousseff. 

O período de afastamento de até 180 dias já é um direito das servidoras públicas civis. Já os homens militares, que não podiam se afastar do trabalho, também passarão a ter cinco dias consecutivos de licença paternidade, assim como o pai adotante.

Em cada um dos entes federativos, o avanço dos direitos das gestantes tem sido natural, acompanhando a legislação para a servidora federal, que já instituiu 180 dias de Licença-Maternidade.

No estado de Pernambuco também já é assim, assinado pelo ex-governador Eduardo Campos.

Garanhuns tem estado na contra-mão dos avanços nesta área, até retrocedendo. No início de 2014, por ato do prefeito, através da Lei nº 3977/2014, a Licença-Maternidade das servidoras do Município foi reduzido de 180 para 120 dias. Na época, em nota, a administração municipal afirmou que a medida atendia determinação do Ministério da Previdência Social.

Segundo o município, o Instituto de Previdência Municipal só pode arcar com o Salário-Maternidade por 120 dias, e para que chegue aos 180 dias, os dois meses adicionais devem ser bancados pela administração. Até avança neste sentido, pois deve ter a alteração quando for aprovado o novo estatuto dos servidores, mas a discussão ainda nem começou na Câmara. Portanto, já poderia ter sido resolvido isto de outra forma. O custo para o município é ínfimo, considerado o benefício social para estas famílias.

E ainda tem o desgaste da administração de não reconhecer este direito que tem sido quase uma unanimidade legislativa.

Portanto, as gestantes servidoras do município continuam ainda com apenas 120 dias, mesmo diante de apelos de importantes instituições, e até a defesa da própria Secretaria da Mulher, comandada com muita competência pela socióloga Eliane Simões.

Vamos torcer que decisões como esta do Senado Federal, possa sensibilizar o prefeito do município, Izaías Régis, e fazer Garanhuns atualizar a legislação que garante direitos aos servidores públicos.

O jornalista Carlos Eugênio tem feito um belo trabalho de acompanhamento desta discussão, e tem o mesmo entendimento que a gente!

Fonte : http://blogdoronaldocesar.blogspot.com.br/2015/02/gestantes-militares-podem-ter-180-dias.html?spref=fb

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Menor foi esfaqueado durante festa na Vila do Quartel em Garanhuns



Ontem, (22/02) as Vilas do Quartel e Lacerdópolis promoveram o desfile do já tradicional bloco das Piriguetes. O evento foi animado e irreverente. O trio arrastou muitas pessoas pelas ruas dos dois bairros. Tudo corria bem até que um menor de iniciais C.P.F, de 17 anos, e residente no Magano foi esfaqueado por volta das 18 horas. Segundo à PM, ele brincava em meio a multidão na Praça da Vila do Quartel quando começou a discutir com um  elemento desconhecido. Portando um punhal, o agressor desferiu golpes na região abdominal da vítima. A própria PM socorreu o jovem ao Dom Moura e, ainda segundo os policiais, de lá ele foi encaminhado para o Hospital Regional de Caruaru. O criminoso não foi preso

Fonte: http://www.vecgaranhuns.com/

Fotos da Festa das Piriguetes 2015. Nas Vilas Lacerdópolis e Quartel

                      Piriguetes 2015 foi um Sucesso. 

É hora de agradecer a todas as pessoas que participaram desse evento,quem se fez presente e quem contribuiu direto ou indiretamente. Agradecer a minha Família, Aos Patrocinadores: Genaldi Zumba(prefeito de São João),Deputado Estadual Álvaro Porto,Deputado Federal Raul Jungmann,Prefeitura de Garanhuns,Vodka Nordof,Mano Imóveis,Posto São Matheus,Vida Distribuidora e Mercado Econômico(em São João),cerveja proibida,farmácias Droga Rápida,Farmácias FTB,AMSTT e Polícia Militar de 
Pernambuco. 

                                                         2016 TEM MAIS!

Abraços Sivaldo Albino