sábado, 21 de fevereiro de 2015

TRAGÉDIA ANUNCIADA: Desastre Ecológico em Garanhuns‏







Um gravíssimo desastre ecológico foi registrado na Nascente Olho D'Água, integrante da Bacia Hidrográfica do Rio Mundaú, uma das últimas nascentes preservadas de Garanhuns, por ocasião das fortes chuvas registradas no último domingo, dia 16, destruindo a mata ciliar pelo deslizamento da encosta, destruindo e arrastando para a margem do riacho, toneladas de terras juntamente com a derrubada de árvores centenárias que não resistiram à força das águas.

A retirada da vegetação das área de preservação permanente, que servem de proteção à encosta, iniciadas desde a época das construções das lagoas de estabilização, em 1993, as obras de drenagem e saneamento da COHAB II, realizadas em 2012 e as recentes invasões para construções irregulares de moradias em toda a extensão da parte superior, foram determinantes para o lamentável e irreversível desastre ecológico.

Na mesma proporção de destruição, foram arrastadas para o leito do riacho, grande volume de lixos e entulhos, trazidos pelas águas das chuvas pelas voçorocas com mais de 10 metros de largura por 10 metros de profundidade, surgidas com as fortes chuvas em 2010 e, na época, em consequência a instalação dos loteamentos Parque 304 e Rosa Mística, sem projetos de drenagens e saneamento.

Enquanto o mundo todo sofre com a falta de água, Garanhuns destrói, deliberada e inconsequentemente todo o eco-sistema que protege as suas nascentes.

É muito triste !

Haeckel Fernando Luna
Empresário garanhuense

Fonte: http://blogdoronaldocesar.blogspot.com.br/search?updated-max=2015-02-20T12:20:00-03:00&max-results=11