quinta-feira, 2 de abril de 2015

CASA DOS VENTOS: Mais informações sobre o projeto de Energia Eólica em Garanhuns, Caetés e Região




Falamos no post anterior sobre o projeto de Energia Eólica que está sendo instalado em Garanhuns-PE, inclusive como anúncio da Multinacional GE de um centro de serviço focado na operação e manutenção de aerogeradores (Confira aqui). O investimento no Parque Eólico está sendo feito pela Casa dos Ventos, que é hoje a maior desenvolvedora de projetos eólicos em construção no Brasil, com 2.865 MW de energia eólica construídos ou em construção no Nordeste.

O Projeto Garanhuns tem capacidade instalada estimada em 600 MW, Suficiente para atendimento de aproximadamente 1,3 milhão de domicílios, equivalente a 26% de todo o consumo energético do Estado em 2012. O investimento está sendo feito nos municípios de Caetés, Paranatama, Venturosa, Pedra, Pesqueiras e Capoeiras, abrange uma área total de 31.000 hectares, com interferência direta em 9.700 hectares. 

O Projeto Garanhuns Etapa Caetés – vencedora do LER 2013 tem 192 MW comercializados, suficiente para atendimento de aproximadamente 420 mil domicílios; Está localizado nos municípios de Caetés, Paranatama e Pedra. Conta com um total de 90 propriedades arrendadas para a construção do parque. O Parque Eólico conta com 107 Turbinas G.E de 1.700 KW a 80 metros de altura. Os componentes estão sendo importados através do Porto de Suape, já a fabricação das pás no está sendo feita aqui no próprio estado, em fábrica localizada em Suape (LM). As Torres de aço também são fabricadas em Suape (Gestamp); Há ainda a Conexão na Subestação de Garanhuns, que trata-se da construção de 40 Km de linha de transmissão em 230 kV.

Projeto Garanhuns Etapa Caetés – Grandes números 
• Aproximadamente R$ 800 milhões de investimento em um período de 18 meses 
• Faturamento anual estimado em R$ 100 milhões R$ 2 bilhões para o prazo do contrato – 20 anos de vigência 
• R$ 1,5 milhão pagos anualmente aos proprietários rurais através de contratos de arrendamento 
• 320 mil toneladas de dióxido de carbono anualmente evitadas da atmosfera 

Benefícios ao Estado de Pernambuco 
• Geração de 800 empregos diretos ao longo da construção da obra e 120 durante a operação da usina 
• Forte incremento na atividade econômica regional, principalmente nas áreas de transporte, hotelaria, alimentação, saúde e turismo 
• Investimento na infraestrutura local, através de melhoria de estradas e acessos 
• Regularização fundiária completa de todas as áreas envolvidas no projeto 

A previsão é que o Parque Eólico entre em funcionamento ainda este ano.

O Governador Paulo Câmara esteve visitando o investimento da Casa dos Ventos no Sertão do Araripe
Fonte: http://blogdoronaldocesar.blogspot.com.br/